fbpx
lei da atração

Aprenda tudo sobre Vitamina D! Aposto que você não sabia sobre…

Olá, hoje vamos aprender um dos tópicos mais comentados atualmente no ambiente da saúde, VITAMINA D.

Você saberá se realmente precisamos disso, que tipo e qual o mínimo e o máximo recomendado por dia…

Claro, que tudo depende de pessoa para pessoa, mas então vamos lá?

Antes de mais nada, eu preciso iniciar com a seguinte perguntinha básica…

Todos nós devemos tomar vitamina D?

Aprenda tudo sobre Vitamina D

Bom, nossa resposta simple é SIM…

Sim, e ao longo deste artigo provarei os porques e estudos feitos em diferentes partes do mundo, você verá os principais pontos-chave, benefícios a saúde e poderá tirar suas próprias conclusões.

Tipos de Vitamina D

Basicamente existem 2 tipos de vitamina D, sendo eles:

  • D2 – Ergocalciferol
  • D3 – Colecalciferol

Sendo a D3 a mais potente isso porque de acordo com algumas pesquisas médicas, esta possui poder de absorção duas vezes melhor que D2…

Em que aspectos a Vitamina D é importante?

Saiba que esta não é apenas mais uma vitamina, mas sim, ela desempenha um papel de hormônio esteróide.

Ou seja, um hormônio esteróide muito potente para o corpo humano sendo fator chave para muitos processos.

Nesse sentido, existem estudo médicos que relacionam a deficiência de Vitamina D com a função da tireóide, desequilíbrios hormonais e processos auto-imunes no corpo, câncer, diabetes 1 e síndrome metabólica.

Sim, isso significa que muitos profissionais que lidam com doenças autoimunes adicionam em seus protocolos altas doses de vitamina D3.

Pra ser mais exato, a vitamina D ajuda a modular o sistema imunológico inato e, sem ele, uma pessoa não terá chances de lidar com os agressores.

Dessa forma, se você tem uma doença autoimune, será necessário analisar os níveis de vitamina D para compensar sua deficiência com o tempo.

Situações provocadas pela deficiência de vitamina D

  • Problemas de tireóide
  • Função imune prejudicada
  • Desequilíbrio hormonal (incl. estrôgenio).
  • Problemas com o sistema articular, dores, osteopenia, osteoporose
  • Desequilíbrio microbioma, problemas de peso e sono, aumento de apetite
  • Problemas com concepção e desgaste do feto, falta de desejo sexual.
  • Pode ocasionar à deficiência de vitaminas do complexo B, incluindo B12

Agora: 10 fatores que indicam deficiência de Vitamina D:

  • Se você se sentir cansado e sem energia
  • Se você engordar facilmente e não perder peso
  • Ter caibras musculares
  • Dores nas articulações, (especialmente joelhos e pescoço).
  • Mudanças de humor frequentes, irritação.
  • Problemas de açúcar no sangue
  • Baixos níveis de cálcio no sangue.
  • Imunidade enfraquecida
  • Depressão

IMPORTANTE!

Todas as dicas abaixo, seguem como forma de orientação e conhecimento, porém é importante uma consulta com profissional médico e nutricionista, para lhe recomendar as doses, variando de pessoa para pessoa.

Quanto de vitamina D3 devo tomar por dia?

Uma dose diária normal para uma pessoa saudável, seja ela um homem, mulher, criança ou grávida é de um limite de 15 ug por dia.

Ou seja, esta é a dose mínima absoluta na qual não oferecerá riscos de efeitos colaterais.

Mas é importante dizer que essa dose mínima nem sempre é suficiente para pessoas que têm problemas de saúde.

Em especial, pessoas com doenças auto imunes, problemas ósseos ou canceres.

Portanto, o julgamento pessoal neste caso deverá caber ao médico de sua cometência para analisar nos exames de sangue do indivíduo.

As doses de vitamina D podem variam de 1.00 UI a 1o.000 UI.

Caso você tenha algum problema mensionado de saúde é importante trabalhar com um especialista no assunto, para que possa monitorar regularmente seu hemograma garantido assim que você tome a quantidade necessária de vitamina d3.

IMPORTANTE!

É importante dizer que alguns elementos não podem ser absolvido spelo nosso organismo sem a presença de vitamina D e K2, sendo a mais famosa delas o cálcio.

Existem alguns medicamentos como corticosteróides, que extraem adicionalmente o cálcio e vitamina D, outros medicamentos como (orlistat- perda de peso), ou um para reduzir o colesterol e convusões.

Sendo assim, se você estiver tomando algum deste, consulte um médico para obter suprimentos adicionais de vitamina D3, K2 e cálcio.

Uma dupla delicada – Vitamina D e K2

Uma informação pouco conhecida é que a vitamina D precisa de vitamina K2, da assim como o cálcio precisa de vitamina D.

Existem casos que a possível ingestão de vitamina D, a de K2, causou toxidade (embora seja raro).

Podemos obter vitamina D do sol?

A resposta é SIM.

Porém, um problema é que a maioria das pessoas não passa tempo suficiente ao sol.

Não é difícil uma pessoa ver o sol e logo correr atrás de uma sombra fresca.

Para que possamos obter as quantidades adequadas de vitamina D, recomendamos que passemos de 15 a 30 minutos ao sol diariamente.

Deixando que o corpo esteja exposto aos raios solares, de importância, procure por horários em que o sol não esteja tão intenso.

Podemos obter vitamina D dos alimentos?

A resposta é SIM!

Inclusive os alimentos ricos em vitamina D são figado de bacalhau, peixes (salmão, cavala, arenque, caviar, sardinha, atum), ovos, cogumelos e leite cru.

No entanto, a quantidade é relativamente pequena nestes alimentos contendo cerca de (2 a 400 UI) e tudo denpendendo de vários fatores para cada alimento.

Conclusão importante sobre vitamina D:

Em que aspectos a Vitamina D é importante?

A vitamina D é de suma importância para a saúde e prevenção de doenças citadas nesse artigo.

Em pessoas saudáveis, a ingestão ideal é de 15 ug por dia, exposição regular ao sol e ingestão de alimentos ricos em vitamina D, com uma contagem sangínea de 40 nmol / L acima.

Para doenças auto imunes, a ingestão ideal é de uma média de 5.000 UI, mas somente após uma consulta médica e inclusive de monitoramento correto do hemograma para evitar o excesso na dosagem.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: